Atitude, ter ou não ter?

É engraçado lembrar que as marcas têm um movimento bem comum, em que elas provocam os consumidores, dizendo que usar o produto deles é questão de atitude, o conceito é torpe, obviamente, mas o princípio é exatamente isso. Tomar uma atitude, também pode ser usar uma marca específica, mas não quer dizer que lhe torne uma pessoa com mais “atitude” porque usa uma calça desfiada da marca X.

Enfim…

Trecho citado no site significado.com.br, como definição poara atitude:

Atitude é uma norma de procedimento que leva a um determinado comportamento. É a concretização de uma intenção ou propósito.

De acordo com a psicologia, a atitude é comportamento habitual que se verifica em circunstâncias diferentes. As atitudes determinam a vida anímica de cada indivíduo. As atitudes são patenteadas através das reações repetidas de uma pessoa. Este termo tem particular aplicação no estudo do caráter, como indicação inata ou adquirida, relativamente estável, para sentir e atuar de uma forma determinada.”

E é divertido ver as pessoas andando na rua com determinados “perfis” que denotam o que elas têm intenção de comunicar.

Mas já pensou sobre isso? Quanto nós precisamos comunicar sobre o que somos, ou pretendemos ser ou fazer?

Li uma vez algo parecido com: “Seja a pessoa que você é, não a que acham que você é.” E sempre achei que isso está carregado de significado.

Bom, foi só um devaneio!

Feliz 2017!

atitude

Misturador de argamassa