Escolhas são coisas difíceis, mas fundamentais

Fazemos isso o tempo todo, seja pelo prato que queremos comer, ou caminho a percorrer para chegar ao trabalho. Em tudo.

Hoje mesmo eu fiz uma escolha difícil, mas inspirada numa frase que um tio querido havia dito à minha mãe certa vez, e que martela na minha cabeça.

Foi um filme de horror chegar à esta escolha, por mais óbvia que ela parecesse, e no fim, depois de vomitar tudo o que eu precisava com a escolha feita, senti-me mais leve, livre, liberto do problema que era; escolher algo diferente disso.

Creio que a idade tenha me deixado mais forte, com a impressão de que as coisas são mais claras para mim, talvez além daquela sensação que temos quando jovens, que achamos que nossos pais são menos espertos que nós. E olha que eu sempre achei que eu era o esperto! Mas não sabia nada, e ainda não sei. Que bom!

Hoje além de minha escolha difícil, que a fiz com certo pesar, assisti a um vídeo de um cara que eu acompanho, e que é inspirador sobre escolhas, e vim compartilhar:

Bem casado